• Carrinho

  • 2018 – Época Especial – Prova Escrita de Biologia e Geologia

    • Prova Escrita de Biologia e Geologia – versão 1
    • Prova 715: Época Especial  – 2018

    GRUPO I


    O Monte de Santa Helena, representado na Figura 1A, é um vulcão localizado numa cordilheira, na costa oeste dos EUA – Cascade Range. Esta cordilheira faz parte de um arco vulcânico que constitui um segmento da zona nordeste do anel de fogo do Pacífico.

    A erupção de maio de 1980 é considerada a mais violenta na história dos EUA. Esta erupção destruiu uma parte do cone vulcânico e projetou para a atmosfera volumes consideráveis de gases e de piroclastos. Recentemente, para compreenderem o sistema magmático que alimenta o vulcão Monte de Santa Helena, os investigadores colocaram uma rede de sismómetros e provocaram explosões que geraram pequenos sismos. Estes estudos indiciam que o vulcão é alimentado por uma câmara magmática de grandes dimensões, localizada entre 4 e 13 km de profundidade, e por uma segunda câmara, ainda maior, que parece desenvolver-se entre 15 km e o limite superior do manto, a cerca de 40 km de profundidade.

    Na Figura 1B, estão esquematizadas as câmaras magmáticas e a localização de dois conjuntos de focos sísmicos a elas associados. Os focos sísmicos representados na zona da câmara magmática superior foram registados nas primeiras 24 horas após a erupção de 1980, e os focos sísmicos representados na zona da câmara magmática inferior foram registados entre 1980 e 2015.

    A relação entre a geometria e a profundidade das duas câmaras, por um lado, e a distribuição dos focos sísmicos, por outro, sugerem a migração de magma da câmara magmática inferior para a câmara magmática superior.



    1. O Monte de Santa Helena situa-se num contexto tectónico associado a um limite ___.

    (A) divergente, entre duas placas de igual densidade.

    (B) divergente, entre duas placas de diferentes densidades.

    (C) convergente, entre duas placas de diferentes densidades.

    (D) convergente, entre duas placas de igual densidade.

    Resolução

    • Opção (C) ——— 5 pontos 

    ⇒ O Monte de Santa Helena localiza-se  numa zona onde a placa oceânica Pacífica entra em confronto com a placa Norte Americana continental. A placa oceânica do Pacífico mais densa sofre subducção ao entrar em confronto com a placa Norte Americana menos densa.


    2. De acordo com os dados do texto, a erupção de 1980 foi do tipo ______.

    (A) efusivo, tendo sido originada por um magma muito viscoso.

    (B) efusivo, tendo sido originada por um magma com baixo teor em gases.

    (C) explosivo, tendo sido originada por um magma pouco viscoso.

    (D) explosivo, tendo sido originada por um magma com elevado teor em gases.


    Resolução

    • Opção (D) ——— 5 pontos 

    De acordo com a informação fornecida esta erupção destruiu uma parte do cone vulcânico e projetou para a atmosfera volumes consideráveis de gases e de piroclastos. As erupções vulcânicas em que ocorre a libertação de piroclastos são de natureza explosiva. Erupções explosivas são alimentadas por magmas ácidos, de elevados teores em sílica e gases e de elevada viscosidade.


    3. A deteção das câmaras magmáticas foi possível, uma vez que, quando as ondas sísmicas as atravessaram, ocorreu _______ da sua velocidade, devido _______ da rigidez dos materiais. 


    (A) diminuição … ao aumento

    (B) diminuição … à diminuição

    (C) aumento … ao aumento

    (D) aumento … à diminuição

    Resolução

    • Opção (B) ——— 5 pontos 

    ⇒ As velocidade das ondas sísmicas profundas é influênciada pela rigidez dos materiais que estas atravessam, de tal modo que a uma maior rigidez corresponde uma  maior velocidade, a uma menor rigidez menor velocidade. Assim, a menor rigidez do magma comparativamente às rochas encaixantes conduz a um decréscimo da velocidade das ondas sísmicas profundas.


    4. As afirmações seguintes, relacionadas com o sistema magmático do Monte de Santa Helena e com a sismicidade que lhe está associada, correspondem a inferências baseadas nas informações fornecidas.

    1. As rochas encaixantes da câmara magmática mais profunda estão localizadas na crusta terrestre.
    2. Os sismos registados entre 1980 e 2015 resultaram do movimento de magma.
    3. Os hipocentros representados na câmara magmática superior foram premonitórios da erupção de 1980.

    
(A) I e II são verdadeiras; III é falsa.

    (B) II e III são verdadeiras; I é falsa.

    (C) III é verdadeira; I e II são falsas.

    (D) I é verdadeira; II e III são falsas.

    Resolução

    • Opção (A) ——— 5 pontos 

    ⇒ 1.V – Os estudos indiciam que o vulcão é alimentado por uma câmara magmática de grandes dimensões, localizada entre 4 e 13 km de profundidade, e por uma segunda câmara, ainda maior, que parece desenvolver-se entre 15 km e o limite superior do manto, a cerca de 40 km de profundidade. 2. V- O movimento do magma na câmara magmática dá origem a sismos de origem vulcânica.


    5. No interior de uma câmara magmática que contenha magma basáltico, cristalizarão primeiro______.

    
(A) piroxenas e moscovite.

    
(B) olivinas e plagióclases cálcicas.

    (C) anfíbolas e feldspato potássico.

    (D) biotite e quartzo.

    Resolução

    • Opção (B) ——— 5 pontos 

    ⇒ De acordo com a série reacional de Bowen os primeiros minerais a cristalizar são as olivinas e as plagioclases cálcicas.

    Nota que : minerais com temperaturas de cristalização muito diferentes como é o caso das olivinas e do quartzo dificilmente aparecem associados numa mesma rocha.


    6. A descontinuidade de Lehmann separa _____.

    
(A) a crusta do manto.

    (B) a litosfera da astenosfera.

    (C) o manto do núcleo.

    (D) o núcleo externo do interno.

    Resolução

    • Opção (D) ——— 5 pontos 

    ⇒ A descontinuidade de Lehman localiza-se aproximadamente aos 5100 Km de profundidade e separa o  núcleo externo líquido do núcleo interno sólido.


    7. A datação de escoadas lávicas consolidadas com recurso a elementos químicos instáveis permite obter a idade ______

    
(A) radiométrica, através do cálculo das quantidades desses elementos.

    (B) relativa, por aplicação do princípio da sobreposição.

    (C) relativa, através do cálculo das proporções de isótopos pai/filho.

    
(D) radiométrica, por aplicação do princípio da intersecção.


    Resolução

    • Opção (A) ——— 5 pontos

    ⇒  A datação radiométrica é feita com base na propriedade de decaimento radioativo de isótopos instáveis. Tendo por base o período de semi-vida dos radioisótopos e a quantificação de isótopos-pai e isótopos-filho é possível determinar a idade radiométrica da rocha.


    8. Faça corresponder cada uma das descrições de rochas magmáticas, expressas na coluna A, à respetiva designação, que consta na coluna B.



    Resolução

    • (a) – 5 ; (b) – ; (c) – ——— 5 pontos 


    9. Explique, tendo em conta as informações fornecidas, como se formam os magmas no contexto tectónico da cordilheira Cascade.

    Resolução

    Tópicos de resposta:

    ⇒ a cordilheira Cascade situa-se numa zona de subdução onde ocorre mergulho (ou afundamento) de uma placa tectónica;

    ⇒ a água libertada durante a subdução (ou a hidratação das rochas em profundidade) provoca a diminuição da temperatura de fusão dos minerais (ou das rochas).

    Nota – O parâmetro Discurso e rigor científico só é avaliado nos tópicos do parâmetro Conteúdo que tenham sido validados na resposta.


    GRUPO II


    Nos ecossistemas, a ocorrência e a distribuição das plantas dependem das variações de temperatura ao longo do ano. A temperatura fisiológica ótima de algumas plantas é de cerca de 30 °C, decrescendo drasticamente a sua atividade fotossintética abaixo dos 10 °C, o que limita o seu cultivo ao longo do ano.

    Foi desenvolvido um estudo no sentido de investigar os efeitos no crescimento e na fotossíntese da adaptação ao frio de Paspalum dilatatum, uma planta do grupo das gramíneas onde se incluem, por exemplo, o trevo, o milho, o centeio e o arroz.


    Método utilizado

    1 – Embeberam-se em água sementes de Paspalum dilatatum, durante 90 minutos, a temperatura ambiente.

    2 – Seguidamente, as sementes foram colocadas, a germinar em vasos, durante uma semana contendo, cada um, uma leve camada de argila expandida (leca). Os vasos foram preenchidos, até à capacidade de campo, com água destilada.

    3–As pequenas plantas foram, então, colocadas numa câmara de crescimento, durante 5 semanas, nas seguintes condições:

    • 25 °C durante o dia e 18 °C durante a noite;
    • densidade moderada de fluxo de fotões fornecido por uma lâmpada;
    • fotoperíodo de 16 h de luz e 8 h de escuro;
    • rega, com uma solução nutritiva, uma vez na primeira semana e duas vezes nas semanas 
seguintes.

    4 – Após este período de 5 semanas, dividiram-se as plantas em dois grupos iguais:

    • um dos grupos foi mantido na câmara, nas mesmas condições (grupo de controlo);

    • o outro grupo foi transferido para outra câmara de crescimento, com temperaturas de 10 °C e de 8 °C (correspondentes ao dia e à noite), por um período de 30 dias (grupo aclimatado).

    Na Figura 2, estão registados, para os dois grupos de plantas, os resultados médios obtidos a partir de vários ensaios independentes, para a taxa relativa de crescimento médio (TRC médio) e para a produção de biomassa.


    Na Figura 3, estão registados os valores médios da taxa de libertação de oxigénio a diferentes temperaturas, obtidos a partir de ensaios independentes, para uma folha de uma planta do grupo de controlo e para uma folha de uma planta do grupo aclimatado.


    1. Na situação descrita, a variável independente em estudo é ____.

    (A) a taxa de libertação de O2.

    (B) a temperatura das câmaras.

    (C) o fluxo moderado de fotões.

    (D) o período de exposição à luz.

    Resolução

    • Opção (B) ——— 5 pontos 


    2. Para o controlo da experiência, contribuiu _____.

    (A) a germinação das sementes em vasos com argila.

    (B) a variação da frequência semanal da rega.

    (C) a manutenção da temperatura a 25 °C / 18 °C.

    (D) a duração do tempo de embebição das sementes.

    Resolução

    • Opção (C) ——— 5 pontos 


    3. Uma das condições determinantes da fiabilidade dos resultados foi _____.

    (A) a variedade das sementes.

    (B) a alteração da frequência de rega.

    (C) a repetição dos ensaios.

    (D) a composição do substrato.

    Resolução

    • Opção (C) ——— 5 pontos 


    4. As afirmações seguintes dizem respeito aos resultados expressos na Figura 2.

    1. A exposição a temperaturas de 10 °C e de 8 °C conduziu a um decréscimo da TRC superior a 50%.

    2. A diminuição mais acentuada verifica-se na biomassa das plantas aclimatadas.

    3. As plantas não aclimatadas apresentam maiores valores de biomassa.

    (A) II e III são verdadeiras; I é falsa.

    (B) I e II são verdadeiras; III é falsa.

    (C) III é verdadeira; I e II são falsas.

    (D) I é verdadeira; II e III são falsas.

    Resolução

    • Opção (A) ——— 5 pontos 


    5. Quando a taxa de libertação de oxigénio é 80 μmol O2 m–2 s–1, prevê-se, relativamente a valores de 40 μmol O2 m–2 s–1, ______.

    
(A) uma menor fosforilação de ADP.

    (B) uma menor oxidação de NADPH.

    (C) uma maior redução de água.

    (D) uma maior produção de sacarose.

    Resolução

    • Opção (D) ——— 5 pontos 


    5. Faça corresponder cada um dos processos relacionados com a translocação em plantas vasculares,  expressos na coluna A, à respetiva designação, que consta na coluna B.


    Resolução

    • (a) – 3 ; (b) – ; (c) – ——— 5 pontos 


    6. Ordene as expressões identificadas pelas letras de A a E, de modo a reconstituir a sequência cronológica de acontecimentos relacionados com a fotossíntese, tendo em conta as relações de causa e efeito entre os diferentes acontecimentos.

    A. Libertação de oxigénio.

    B. Cisão da molécula de água.

    C. Formação de glúcidos.

    D. Excitação de clorofila.

    E. Redução de dióxido de carbono.


    Resolução

    • DBAEC  ——— 5 pontos 


    8. Segundo o sistema de classificação de Whittaker modificado, as gramíneas pertencem, inequivocamente, ao reino Plantae, por apresentarem _____.

    
(A) fixação ao solo e nutrição por absorção.

    (B) diferenciação tecidular elevada e autotrofia.

    (C) células eucarióticas e capacidade fotossintética.

    (D) multicelularidade e tecidos especializados.

    Resolução

    • Opção (B) ——— 5 pontos 


    9. Relacione a aclimatação de Paspalum dilatatum com a sua eficácia fotossintética. Na resposta, faça referência aos resultados expressos no gráfico da Figura 3. 



    Resolução

    Tópicos de resposta:

    ⇒  uma maior eficácia fotossintética corresponde a uma maior taxa de libertação de oxigénio;

    ⇒ o grupo aclimatado ao frio relativamente ao grupo controlo apresenta maior taxa de libertação de oxigénio entre 15 °C e 30 °C.

      Notas:

    – O parâmetro Discurso e rigor científico só é avaliado nos tópicos do parâmetro Conteúdo que tenham sido validados na resposta.

    – Caso, na resposta, se verifique o incumprimento das normas de nomenclatura binominal, aplica-se, ao total da pontuação atribuída à resposta, uma desvalorização de 2 pontos.


    GRUPO III


    A cinco de novembro de 2015, no município brasileiro de Mariana, região de Minas Gerais, ocorreu a rotura da barragem de Fundão, construída para reter e armazenar rejeitados (gangas, lamas e águas) resultantes da extração de minério. Este acidente foi considerado o maior desastre ambiental do mundo relacionado com este tipo de barragens. Foram derramados cerca de 62 milhões de metros cúbicos de lama contaminada, que afetaram a bacia hidrográfica do rio Doce. Para o acidente, parecem ter contribuído (1) o processo escolhido para realizar as obras de ampliação da barragem; (2) a liquefação dos rejeitados e (3) a liquefação dos materiais de sustentação do muro de suporte. Os referidos fenómenos de liquefação terão sido ampliados pela ocorrência de um sismo de 2,6 na escala de Richter, registado poucos minutos antes do acidente.A região onde o acidente aconteceu é conhecida pela exploração de minério de ferro que ocorre no itabirito, uma rocha metamórfica, ligeiramente laminada, resultante da ação conjunta de altas pressões e de altas temperaturas. Esta rocha é composta por bandas alternadas de quartzo e de óxidos de ferro, como a hematite. A sua origem remonta ao Pré-câmbrico e parece estar relacionada com a existência de quantidades significativas de ferro na água do mar e com o aparecimento de seres fotossintéticos marinhos.

    Baseado em T. A. Prudente et al., «Os processos de alteamento da barragem de rejeitos de Fundão, da mineradora Samarco em Mariana (MG), foram os responsáveis pelo rompimento?», IV Congresso Baiano de Engenharia Sanitária e Ambiental, 2016 http://cobesa.com.br/2016/ (consultado em outubro de 2016) e C. Rosière e F. Chemale, «Itabiritos e minérios de ferro de alto teor do quadrilátero ferrífero – uma visão geral e discussão», Geonomos, 8 (2), 2000.


    1. De acordo com o texto, o acidente da barragem de Fundão foi facilitado pelo _______ teor de água na ganga e _______ da coesão dos materiais de sustentação do muro de suporte.

    (A) baixo…. pelo aumento

    (B) baixo…. pela diminuição

    (C) elevado ….pela diminuição

    (D) elevado …. pelo aumento

    Resolução

    • Opção (C) ——— 5 pontos 

    ⇒ O aumento de teor de água no solo diminui a coesão entre as partículas do solo facilitando a ocorrência dos movimentos em massa.


    2. A magnitude do sismo registado em Mariana, a cinco de novembro, ______.

    (A) foi calculada com base nos danos causados nas construções.

    (B) resultou da profundidade a que se encontrava o foco sísmico.

    (C) variou de forma indireta com a amplitude das ondas sísmicas.

    (D) refletiu a quantidade de energia que se libertou no foco sísmico.

    Resolução

    • Opção (D) ——— 5 pontos 
    ⇒ A magnitude avalia a quantidade de energia libertada no foco ou hipocentro.


    3. Ordene as expressões identificadas pelas letras de A a E, de modo a reconstituir, a sequência dos acontecimentos relacionados com o sismo que, provavelmente, contribuiu para a rotura da barragem de Fundão, tendo em conta as relações de causa e efeito.

    A. Ultrapassa-se o limite de elasticidade das rochas.

    B. Ocorre a liquefação dos materiais na zona da barragem.

    C. Acumula-se energia em profundidade, ao longo do tempo.

    D. As ondas sísmicas propagam-se a partir do foco.

    E. As ondas sísmicas atingem o epicentro.

    Resolução

    • CADEB  ——— 5 pontos 

    ⇒ De acordo com a teoria do ressalto elástico, ao longo do tempo os materiais sujeitos a tensões vão acumulando energia potencial – A, quando o limite de elasticidade dos materiais é ultrapassado – A, ocorre a rotura e a energia libertada propaga-se sob a forma de ondas sísmicas profundas a partir do foco ou hipocentro – D. As ondas sísmicas profundas atingem o epicentro e originam as ondas sísmicas superficiais – E. A propagação das ondas sísmicas superficiais conduz à liquefação dos materiais na zona da barragem – B.


    4. O itabirito formou-se por metamorfismo ________, processo em que predominam pressões _______.

    (A) de contacto…… litostáticas

    (B) de contacto……. não litostáticas

    (C) regional…… não litostáticas

    (D) regional……. litostáticas

    Resolução

    • Opção (C) ——— 5 pontos 

    ⇒ De acordo com a informação fornecida o itabirito, uma rocha metamórfica, ligeiramente laminada, resultante da ação conjunta de altas pressões e de altas temperaturas.  A textura foliada  do itabirito é indicativa de condições de metamorfismo regional. A atuação de tensões dirigidas (não litostáticas) conduz à orientação preferencial dos minerais – foliação.


    5. Uma das condições que podem levar um determinado depósito de minério a ser considerado uma reserva é

    (A) o aumento do preço do minério.

    (B) o elevado custo de exploração.

    (C) a sua pequena profundidade.

    (D) a descoberta de novas jazidas.

    Resolução

    • Opção (A) ——— 5 pontos 

    ⇒ Um determinado depósito só poderá ser considerado uma reserva se a sua exploração for economicamente rentável. Assim, o aumento do preço do minério poderá tornar rentável a exploração de um determinado depósito, passando este a constituir uma nova reserva.


    6. Nas jazidas de itabirito, podem registar-se anomalias gravimétricas _______, pois esta rocha tem uma densidade _______ do que a da rocha envolvente.

    (A) negativas….. maior

    (B) negativas…..menor

    (C) positivas…… menor

    (D) positivas ….. maior

    Resolução

    • Opção (D) ——— 5 pontos 

    ⇒ O itabirito é uma rocha composta por bandas alternadas de quartzo e de óxidos de ferro, como a hematite. A presença de ferro no itabirito aumenta a sua densidade. Um aumento da densidade dos materiais conduz a anomalias gravimétricas positivas.


    7. As afirmações seguintes referem-se aos efeitos das barragens.

    I. As barragens contribuem para aumentar a carga sedimentar junto à foz.

    II. As barragens contribuem para diminuir a sedimentação nas zonas a montante.

    III. As barragens contribuem para controlar o risco de cheias.

    (A) II e III são verdadeiras; I é falsa.

    (B) I e II são verdadeiras; III é falsa.

    (C) I é verdadeira; II e III são falsas.

    (D) III é verdadeira; I e II são falsas.

    Resolução

    • Opção (D) ——— 5 pontos 

    ⇒ 1. F- Os sedimentos transportados pelo rio ficam retidos na albufeira, diminuindo assim a carga sedimentar junto à foz.

    ⇒ 2. F- A construção das barragens potencia a retenção de sedimentos a montante ao mesmo tempo que potencia os fenómenos de erosão a jusante.

    ⇒ 3. V – Uma das vantagens da construção das barragens é permitir regularizar o caudal dos rios, diminuindo o risco de cheias.


    8. O quartzo é um mineral _____.

    (A) alocromático e é riscado pela unha.

    (B) idiocromático e é riscado pela unha.

    (C) alocromático e risca o vidro.

    (D) idiocromático e risca o vidro.

    Resolução

    • Opção (C) ——— 5 pontos 

    ⇒ Um  mineral diz-se idiocromático quando apresenta sempre a mesma cor e diz-se alocromático quando apresenta cores variáveis. O quartzo pode apresentar uma ampla gama de cores e por isso diz-se alocromático. O quartzo apresenta dureza 7  e como tal é capaz de riscar o vidro.

    Nota que: os minerais transparentes são geralmente alocromáticos.


    9. Explique a importânciado aparecimento de seres fotossintéticos para a formação dos sedimentos ricos em ferro que estiveram na origem dos itabiritos.

    Resolução

    Tópicos de resposta:

    ⇒  o aparecimento de bactérias fotossintéticas (ou seres fotossintéticos) conduziu à libertação de oxigénio para a água do mar;

    ⇒ o ferro existente na água do mar oxidou (ou o ferro existente na água do mar reagiu com o oxigénio);

    ⇒ os óxidos de ferro (ou a hematite) depositaram-se (ou precipitaram, ou sedimentaram).

      Nota – O parâmetro Discurso e rigor científico só é avaliado nos tópicos do parâmetro Conteúdo que tenham sido validados na resposta.


    GRUPO IV


    Investigações recentes indicam que, numa sequência de DNA, pode haver duas ou mais informações codificantes, uma principal e outras que levam à produção de uma ou mais proteínas alternativas (proteínas fantasma 1 e 2 – Figura 4). Descobriu-se que cada mRNA pode ser lido de várias maneiras, originando proteínas diferentes que coexistem na célula. Em células estaminais de rato, mais de metade dos locais onde se ligam os ribossomas não corresponde aos locais de iniciação conhecidos. Foram sequenciados todos os mRNA de neurónios de rato e, entre as 250 novas proteínas, algumas são resultantes de sequências codificantes alternativas. Recentemente, foi também identificado em ratos um mRNA resultante de uma região intergénica, que era identificada como não codificante. O novo gene tem três exões e apenas é expresso em células pós-meióticas.



    1. O novo gene identificado em ratos expressa-se em células ____.

    (A) somáticas e possui três regiões codificantes.

    (B) somáticas e possui três regiões não codificantes.

    (C) germinativas e possui três regiões codificantes.

    (D) germinativas e possui três regiões não codificantes.

    Resolução

    • Opção (C) ——— 5 pontos 


    2. O processo de descodificação do mRNA apresentado conduz a _____.

    (A) um aumento da diversidade de moléculas traduzidas.

    (B) uma diminuição da diversidade de moléculas transcritas.

    (C) um aumento da diversidade de moléculas transcritas.

    (D) uma diminuição da diversidade de moléculas traduzidas.

    Resolução

    • Opção (A) ——— 5 pontos 


    3. A sequência de nucleótidos de DNA que originou a proteína fantasma 2 foi  ____.

    
(A) 5 ́ UACGAUUCGAUU 3 ́.

    (B) 3 ́ TACGATTCGATT 5 ́.

    (C) 5 ́ TACGATTCGATT 3 ́.

    (D) 3 ́ UACGAUUCGAUU 5 ́.

    Resolução

    • Opção (B) ——— 5 pontos 


    4. Ordene as expressões identificadas pelas letras de A a E, de modo a reconstituir a sequência de acontecimentos que conduzem à formação de uma proteína funcional. 


    A. Maturação no complexo de Golgi.

    B. Migração de mRNA para o citoplasma.

    C. Ligação das subunidades do ribossoma.

    D. Síntese de um polímero de ribonucleótidos.

    E. Polimerização de uma cadeia de aminoácidos.


    Critérios

    • DBCEA  ——— 5 pontos 


    5. As células estaminais, relativamente aos neurónios, possuem ____.

    
(A) a mesma informação genética e são mais especializadas.

    (B) diferente informação genética e são menos especializadas.

    (C) diferente informação genética e são mais especializadas.

    (D) a mesma informação genética e são menos especializadas.

    Resolução

    • Opção (D) ——— 5 pontos 


    6. O potencial de repouso dos neurónios do rato é consequência 
_____.

    (A) da difusão facilitada de iões, através da bicamada fosfolipídica.

    (B) da difusão facilitada de iões, através de proteínas transportadoras.

    (C) do transporte ativo de iões, contra o gradiente de concentração.

    (D) do transporte ativo de iões, sem consumo de energia.

    Resolução

    • Opção (C) ——— 5 pontos 


    7. Justifique por que motivo a circulação sanguínea do rato se designa por dupla e completa.

    Resolução

    Tópicos de resposta:


    ⇒ a circulação é dupla pois existe uma circulação sistémica e uma circulação pulmonar; ⇒  a circulação é completa pois não existe mistura de sangue arterial com sangue venoso.  

    Nota – O parâmetro Rigor científico só é avaliado nos tópicos do parâmetro Conteúdo que tenham sido validados na resposta.


    8. Explique de que  modo os processos que originam as proteínas fantasma podem contribuir para uma maior capacidade adaptativa dos seres vivos, constituindo um mecanismo complementar dos considerados pela teoria neodarwinista.

    Resolução

    Tópicos de resposta:

    ⇒ as mutações e a recombinação génica são causas da variabilidade genética (propostas pelo neodarwinismo);

    ⇒ a síntese de novas proteínas a partir das diferentes leituras do mRNA é uma fonte de novas características;

    ⇒ a maior variabilidade pode conduzir a uma maior capacidade adaptativa dos seres vivos.

        Nota – O parâmetro Discurso e rigor científico só é avaliado nos tópicos do parâmetro Conteúdo que tenham sido validados na resposta.


    FIM


    Privacy Preference Center

    Close your account?

    Your account will be closed and all data will be permanently deleted and cannot be recovered. Are you sure?